Notável análise ao cinema de Tarkovsky 

Notável análise ao cinema de Tarkovsky 

Anúncios
Grande Plano 

Grande Plano 

 

Greta Garbo

 

 

A maravilha das maravilhas era o grande plano. Não mudei de opinião. Sobretudo, os grandes planos de mulheres. Alguns grandes planos de Lilian Gish, outros de Mary Pickford, mais tarde de Greta Garbo, ficaram-me sempre na memória. A ampliação permite saborear o grão da pele. (…) O meu gozo com os grandes planos é tão grande que já me aconteceu meter nos meus filmes sequências perfeitamente inúteis para a acção, só porque me dão a possibilidade dum belo grande plano.
Jean Renoir (1894-1979)

A Bela da Tarde (Belle de Jour) – Luis Buñuel Legendado Online (S/publicidade)

A Bela da Tarde (Belle de Jour) – Luis Buñuel Legendado Online (S/publicidade)

 

 

A Bela da Tarde (Belle de Jour) – Luis Buñuel Legendado Online Português

Direção: Luis Buñuel
Ano: 1967
País: França
Qualidade até 720p

Séverine (Catherine Deneuve) é uma bela e jovem burguesa frustrada com a vida que tem. Enquanto o marido (Jean Sorel) trabalha o dia inteiro como médico,  Séverine resolve trabalhar num discreto bordel durante a tarde na tentativa de fugir da sua vida entediante e de aparências.

Inspirado pelas teorias de Freud,a obra prima de Buñuel está carregado de erotismo analisando a psique de uma sexualidade feminina dentro de uma sociedade falocentrica e repressiva.
Filme Aqui – Parte 1
Filme Aqui – Parte 2
A partir de agora para poder assitir aos vídeos, será necessário criar uma conta no VK. É muito simples fazer isso: Acesse www.vk.com e clique em registrar na parte superior, daí é só seguir o passo a passo que rapidamente você conseguirá voltar a ter acesso a todo o conteúdo do blog!
Para novidades acesse o facebook : Esquizofrenia das Artes

A Bela da Tarde (Belle de Jour) – Luis Buñuel Legendado Online Português

Discurso de João de Deus em A Comédia de Deus

Discurso de João de Deus em A Comédia de Deus

Discurso de João de Deus em A Comédia de Deus.

joaocesarmonteiro

Contra a trapaça universal – os gelados enregelados –, o meu gelado, que leva em si toda a energia calórica do mundo, uma palavra amiga, uma prova de amor, rigor e fantasia. Um último luxo soberano de um homem livre que teve a suprema ousadia de, no país dos gatos-pingados, exaltar a vida. Não tenho receitas, fórmulas mágicas. Cada gelado que fabrico tem um perfume que lhe é próprio, o seu perfume. Nunca é semelhante ao anterior. Nunca será igual ao que lhe sucede. Cada um tem, no entanto, algo para recordar: uma viagem, um passeio, um encontro, um ente querido, a mulher amada… O meu sonho, talvez irrealizável, é fabricar um perfume que concentre em si todos os perfumes. Harmoniosamente chegar-me a Deus, à quintessência dos perfumes. Não atraiçoem nunca os sonhos da vossa infância. Se abrirdes os vossos corações, talvez possamos provar o glorioso gelado final.

A Onda (Die Welle) Online Legendado (S/Publicidade)

A Onda (Die Welle) Online Legendado (S/Publicidade)

A Onda (Die Welle)

 Imagem relacionada

Direção: Dennis Gansel
Ano: 2008
País: Alemanha
Qualidade até 720p

Rainer Wegner, professor de ensino médio, deve ensinar seus alunos sobre autocracia. Devido ao desinteresse deles, propõe um experimento que explique na prática os mecanismos do fascismo e do poder. Wegner se denomina o líder daquele grupo, escolhe o lema “força pela disciplina” e dá ao movimento o nome de A Onda. Em pouco tempo, os alunos começam a propagar o poder da unidade e ameaçar os outros. Quando o jogo fica sério, Wegner decide interrompê-lo. Mas é tarde demais, e A Onda já saiu de seu controle. Baseado em uma história real ocorrida na Califórnia em 1967.
A partir de agora para poder assitir aos vídeos, será necessário criar uma conta no VK. É muito simples fazer isso: Acesse www.vk.com e clique em registrar na parte superior, daí é só seguir o passo a passo que rapidamente você conseguirá voltar a ter acesso a todo o conteúdo do blog!
Para novidades acesse o facebook : Esquizofrenia das Artes
Persona – Ingmar Bergman

Persona – Ingmar Bergman

image

“Na Suécia, vivemos na ilusão que temos tudo.
Mas no meio dessa vida plena, nós temos um
grande vazio, a ilusão perdida de Deus. Chame
como quiser uma necessidade de segurança
intelectual que venha compensar todas as de
segurança material, social. É esse vazio e tudo
o que os homens inventam para preenchê-lo que
eu descrevo em meus filmes, e creio que é um
modo de fazer filmes engajados nos problemas
contemporâneos e mesmo no único problema
fundamental: o de dar sentido espiritual ou
humano a uma civilização de felicidade material.
Em todo caso, é meu problema pessoal. Não me
peça para falar de outra coisa, eu não saberia”

Ingmar Bergman